Como identificar a diferença entre custo e despesa?

Entender a diferença entre custo e despesa é essencial para o controle financeiro do negócio. Saiba como gerenciar esses gastos aqui!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no pinterest
banner do material Fever Play

Custo e despesa são dois termos parecidos que parecem sinônimos, mas são bem diferentes. Entender a diferença entre eles é essencial para o gerenciamento do seu negócio. 

Conhecer a diferença entre custo e despesa ajuda a entender corretamente relatórios, ler indicadores importantes e acompanhar o fluxo de caixa. Então, continue a leitura para entender de uma vez por todas esses conceitos!

O que é custo?

Custo é a saída de caixa cujo objetivo é produzir bens ou serviços. É um gasto pensado conforme aquilo que precisa ser produzido, ou seja, a atividade-fim da empresa. 

Assim, há uma relação direta entre custo e produção. Por exemplo, para produzir um produto ou realizar um serviço, é preciso contratar funcionários, comprar matéria-prima e máquinas. Sem esses gastos, a produção ficaria comprometida. 

Essa é uma das diferenças entre custo e despesa: a relação direta com o produto ou serviço, sendo mais fácil de vincular ao preço final de venda. Alguns exemplos de custos são:

  • compra de matéria-prima;
  • contratação de funcionários;
  • pagamento de salários;
  • aquisição de ferramentas.

O que é despesa?

Despesa está relacionada à manutenção do funcionamento do negócio, administração e otimização de vendas. É um gasto usado para o funcionamento do empreendimento, toda estrutura que vai além da produção. 

O gestor financeiro deve analisar por meio dos indicadores quais as despesas são essenciais para manter e impulsionar o negócio. Mesmo elas não estando diretamente relacionadas com o produto final, como é o caso do custo, são essenciais para o desenvolvimento do projeto. 

Alguns exemplos de despesas são:

  • marketing (eventos, mídia paga, publicidade);
  • comissões e premiações;
  • contas de água, energia, internet e outras;
  • materiais de escritório.

Qual a diferença entre custo e despesa?

Os custos são gastos relacionados a bens e serviços necessários para a produção da atividade-fim da empresa. Já as despesas são referentes a manutenção e operacionalização do negócio. 

Os dois estão relacionados ao fluxo de caixa, mas a principal diferença entre custo e despesa é que o primeiro impacta diretamente no produto. Alterar os custos significa alterar a produção, enquanto o segundo é igualmente importante, mas não tem impacto direto na produção. 

O que é custo fixo e despesa fixa?

Custos e despesas fixos são aqueles gastos que não variam, ou seja, são iguais todos os meses, sem levar em consideração a quantidade de bens produzidos ou o desempenho das vendas. 

Ou seja, caso a empresa seja impactada por alguma crise ou sofra diminuição das vendas, os custos e despesas fixas não sofrerão variação. Exemplos de custos e despesas variáveis são salários de colaboradores e aluguel de escritório. 

O que é custo variável e despesa variável?

Custos e despesas variáveis mudam conforme a quantidade de produtos vendidos ou serviços prestados. Por exemplo, o valor pago de comissão aos colaboradores é um gasto variável. 

Outro exemplo de gasto variável são as campanhas de marketing, pois podem variar de acordo com o valor estipulado pelo gestor de tráfego para determinado objetivo. 

Como analisar custos e despesas de uma empresa?

É papel do gestor financeiro monitorar com frequência todos os processos internos da empresa. Isso precisa ser feito para encontrar oportunidades de melhorar a eficiência dos custos e despesas.

Comprar um maquinário mais atual, o consumo sustentável de recursos, aprimoramento do escritório e automatização de processos, tudo isso são maneiras de diminuir os gastos de uma operação. 

Ainda assim, mesmo antes de tomar alguma decisão de qual ação colocar em prática, é fundamental que o gestor crie estratégias e mecanismos de controle financeiro. Dessa forma, ele saberá qual a efetiva necessidade e o impacto de cada ação, planejando o corte de gastos desnecessários.

Por isso, toda organização precisa que seus processos sofram constante reavaliação. O controle financeiro deve estar em dia, e cabe ao gestor indicar ferramentas que facilitem a rotina da área das finanças. 

Hoje em dia a tecnologia tem ajudado muito nisso. Um exemplo de ferramenta eficiente é a Conta Simples, sistema de gestão de despesas com dashboards inteligentes, conciliação bancária facilitada, controle de despesas em tempo real e muito mais!

Com o auxílio desse tipo de plataforma, é possível manter a organização e produtividade em crescimento contínuo, o que torna a empresa mais competitiva dentro do mercado de atuação.

Por que devemos classificar os custos e despesas?

Agora que você já sabe a diferença entre custo e despesa, resta entender qual a importância de classificar esses dois gastos. A resposta é simples: apenas com o gerenciamento desses fatores bem feito é possível ter lucro

Ao elaborar um plano de orçamento, por exemplo, é necessário fazer projeções de receitas e de custos e despesas de todos os departamentos da empresa. Assim, é possível fazer a divisão correta dos valores para cada área e definir prioridades. Além disso, só assim dá para ter uma previsão da margem de lucro das operações

Somente com uma visão holística de todo o financeiro do negócio o gestor terá noção de como conduzir as operações para alcançar o melhor resultado possível dentro do cenário atual da empresa. 

Por consequência, se não houver uma classificação correta de custos e despesas, é impossível ter previsibilidade. Sem organização, ninguém saberá quais são os recursos necessários para que a empresa continue operando. 

Então, na hora da definição dos orçamentos por centros de custo, não será possível destinar corretamente o capital necessário para a manutenção da operação do negócio e para a produção do produto ou realização do serviço. 

O planejamento financeiro adequado diminui o caminho para alcançar o sucesso. É claro que erros podem aparecer e devem ser corrigidos caso apareçam, mas o ideal é evitar ao máximo que algo aconteça fora do que foi traçado. 

Você quer conhecer mais sobre a Conta Simples e como podemos te ajudar a aprimorar os processos do seu time financeiro? Fale com um de nossos consultores e saiba mais!

Perguntas frequentes sobre a Conta Simples

O que é a Conta Simples?

Conta Simples é uma startup brasileira no segmento de serviços financeiros, que oferece uma conta digital para pessoa jurídica, múltiplos cartões corporativos dentro de um sistema de gestão de despesas.

Saiba mais sobre a Conta Simples

Qual o propósito da Conta Simples?

A startup nasceu com o propósito de facilitar a vida das empresas da nova economia, resolvendo problemas, como:

– demora para abertura da conta PJ;
– falta de cartões corporativos para pagamentos e compras da empresa;
– reprovação na análise de crédito de grandes bancos;
– suporte automatizado e ineficiente na hora de resolver as questões bancárias;
– perda de tempo com burocracias;
– falta de controle e organização na gestão dos gastos.

Ou seja, ela surgiu para dar paz ao financeiro das empresas e acabar com as barreiras que os bancos tradicionais foram colocando para quem monta um negócio hoje em dia no Brasil e precisa de agilidade para solucionar essas questões.

Conheça a Conta Simples

Quais são os produtos e serviços da Conta Simples?

– Conta-corrente completa – internet banking e app;
– Múltiplos cartões corporativos (virtuais e físicos);
– Realização de pagamentos – inclusive boletos e transferências em lote;
– Alçada de aprovação de pagamentos;
– Múltiplos perfis de acesso (gestor, usuários de cartão, contador/BPO);
– Realização e recebimento de transferência via TED e PIX;
– Rentabilidade de 100% do CDI;
– Exportação de extrato em PDF, OFX e XLS;
– Saque disponível em toda a rede de bancos 24 horas.

A Conta Simples não cobra mensalidades, e as tarifas para serviços são as menores do mercado.

Fale com nossos consultores!

Como identificar a diferença entre custo e despesa?
Não sabe como usar os cartões corporativos no seu negócio?

Confira agora como os múltiplos cartões
ajudam no controle das despesas!