Guia completo da conciliação bancária

Confira um guia completo com todas as informações que você precisa saber sobre conciliação bancária e algumas dicas importantes para agilizar essa tarefa. 
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no pinterest
banner do material Fever Play

Se você trabalha na área de finanças, já deve ter ouvido por aí ou até mesmo sentido na pele o drama de fazer uma conciliação bancária.

Trata-se de um processo trabalhoso e fundamental para a gestão financeira, mas que envolve muita atenção, paciência e que toma bastante tempo do departamento financeiro, certo?

Pensando nisso, o Simplifica fez um guia completo com todas as informações que você precisa saber sobre o assunto e ainda buscou algumas dicas para agilizar essa tarefa. 

Pronto para conferir?

O que é conciliação bancária?

A conciliação bancária é uma verificação feita pelo financeiro das empresas comparando as movimentações nos extratos bancários e os controles internos com as contas a pagar e a receber.

O objetivo dela é confirmar se as transações estão ocorrendo corretamente e garantir que as entradas e saídas estão de acordo com o que foi planejado.

Dessa forma, fica mais fácil ver se há algum erro de lançamento e analisar de perto juros, tarifas, descontos, multas e lançamentos não identificados.

Qual é a diferença entre conciliação bancária e fluxo de caixa?

Muita gente por aí acaba confundindo conciliação bancária e fluxo de caixa. Mas, é importante entender que existe uma diferença entre esses termos e que eles não significam a mesma coisa. 

Fluxo de caixa é o registro de tudo o que entra e sai de um negócio. Já a conciliação bancária é uma maneira de verificar se está tudo certo com o fluxo de caixa.

Assim, a diferença está no fato de que a conciliação checa se o fluxo de caixa está de acordo com o saldo financeiro em conta da empresa.

Por que fazer conciliação bancária?

A conciliação bancária é um processo muito importante dentro do financeiro de uma empresa, afinal, mostra se as contas estão no caminho certo. 

Ela torna possível conhecer melhor a realidade do negócio, auxilia em planejamentos futuros e ajuda a medir resultados, além de manter o fluxo de caixa atualizado. 

Ou seja, esse tipo de processo faz com que exista um maior controle financeiro sobre as transações e ajuda a verificar como anda a saúde financeira do negócio.

Como fazer conciliação bancária?

Para fazer uma conciliação bancária, não tem muito mistério. Basta olhar o extrato da conta e o controle interno com as transações realizadas.

Um ponto que acaba sendo fundamental nesse assunto é a ferramenta que será utilizada para isso.

Algumas pessoas, por desconhecerem as alternativas presentes no mercado, ainda fazem a conciliação financeira de uma forma muito manual: imprimem os extratos bancários e os controles internos e dão o check quando encontram as transações.

Mas, isso só é possível se o volume de transações não é muito alto. Imagine uma empresa de grande porte fazer tudo isso na mão? Não seria possível, certo?

Por isso, há também quem utilize métodos mais modernos, com as famosas planilhas ou até mesmo plataformas que ajudam a identificar as transações pelos valores envolvidos. 

Dicas para agilizar a conciliação

Independentemente do meio utilizado, algumas práticas podem ajudar e trazer mais agilidade para o processo de conciliação bancária.

Confira a seguir algumas dicas:

  • acompanhar periodicamente as transações para não deixar acumular;
  • reservar um horário do dia só para fazer isso;
  • alinhar constantemente com a Contabilidade o que está pendente;
  • deixar os comprovantes organizados;
  • criar uma cultura dentro da empresa para que os funcionários entendam a importância dos comprovantes fiscais (para não ter que sair por aí sempre pedindo comprovante de gastos).


Fonte: Frederico Simionato, consultor da Alpha Consulting

E-book: como otimizar a conciliação bancária

Como a tecnologia ajuda nesse processo

Assim como em outros segmentos, as novas tecnologias trouxeram para o mercado diversas opções que dão aquela mão na roda no processo de conciliação bancária.

Algumas ferramentas já se destacam no mercado e oferecem a possibilidade de centralizar em apenas um lugar as informações. 

Uma plataforma que vem ajudando muito a realizar esse processo é a Conta Simples. Ela possui uma funcionalidade de anexação de comprovante que agiliza todo o processo trazendo a possibilidade de inserir a imagem do arquivo que comprova a transação. 

Veja a seguir como utilizar:

Agora que você já conhece tudo sobre conciliação bancária, pode seguir essa prática dentro do seu financeiro de uma maneira mais organizada e estratégica, certo?

E não se esqueça! A conciliação bancária ajuda muito a manter a saúde financeira de um negócio, por isso deve ser feita todos os dias e encarada como peça-chave na análise de indicadores da gestão financeira.

Natália Plascak
Natália Plascak
Especialista em Conteúdo na Conta Simples, é formada pela Universidade Presbiteriana Mackenzie em Jornalismo e tem um MBA em Gestão de Mídias Digitais e Inteligência de Negócios pela ESPM. Trabalha com Marketing Digital desde 2017.
Natália Plascak
Natália Plascak
Especialista em Conteúdo na Conta Simples, é formada pela Universidade Presbiteriana Mackenzie em Jornalismo e tem um MBA em Gestão de Mídias Digitais e Inteligência de Negócios pela ESPM. Trabalha com Marketing Digital desde 2017.
Não sabe como usar os cartões corporativos no seu negócio?

Confira agora como os múltiplos cartões
ajudam no controle das despesas!