Margem EBITDA: o que é e como calcular esse importante indicador

A margem EBITDA é um indicador importante para investidores que buscam analisar a eficiência operacional de uma empresa. Aprenda a calcular!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no pinterest
banner do material Fever Play

A margem EBITDA é um indicador importante para investidores que querem analisar a eficiência operacional de uma empresa. Ela indica o quanto o negócio está lucrando sem considerar gastos como juros, impostos, depreciação e amortização. 

Além de ser usada para entender os lucros da empresa, essa margem também serve para analisar o desempenho da companhia e possíveis problemas na operação da empresa. 

Para calcular a margem EBITDA, é necessário dividir o lucro operacional, que chamamos de EBITDA, pela receita líquida do negócio. Em seguida, multiplica-se o resultado por 100 para que o resultado seja uma porcentagem. 

Continue a leitura para entender melhor o que é margem EBITDA e como calcular!

O que é margem EBITDA?

A margem EBITDA, ou margem LAJIDA, é a razão do lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização, pela receita líquida de uma empresa. Com esse indicador, o empresário ou investidor tem uma visão clara da lucratividade operacional do negócio. 

Como calcular margem EBITDA?

Para calcular a margem EBITDA, é simples: basta dividir o lucro operacional pela receita líquida. Porém, nada melhor do que um exemplo de aplicação para melhor compreensão do conceito. 

Suponhamos que uma strartup tenha uma receita de R$600.000 e um EBITDA de R$160.000. Assim, para saber a margem, basta dividir o segundo número pelo primeiro. 

MARGEM EBITDA = LUCRO OPERACIONAL (EBITDA) / RECEITA LÍQUIDA

Ou seja, R$160.000 / R$600.000 = 0,26, multiplicando por 100, para transformar em porcentagem, temos o resultado que a margem EBITDA dessa startup é 26%.

Como funciona a margem EBITDA?

A margem EBITDA é importante porque pode impactar o processo de tomada de decisões da empresa. Por isso, é essencial entender como ela funciona. 

Ou seja, as deduções de juros, impostos, amortizações e depreciação são importantes para qualquer empresa, mas não estão relacionados às operações da companhia

Calcular a margem EBITDA permite que analistas e investidores comparem empresas de diferentes tamanhos e operações dentro da mesma indústria. Isso porque o lucro é “quebrado” como uma parte da receita. 

Em suma, isso significa que o proprietário da empresa consegue saber quanto dinheiro é gerado por cada real de receita arrecadado com as vendas. Assim, é possível usar de referência com os pares do mercado.

Como analisar a margem EBITDA de uma empresa?

Os dados necessários para calcular a margem EBITDA estão disponíveis nas demonstrações financeiras da empresa. Eles geralmente estão no ambiente de relação de investidores na internet. 

Dessa forma, é possível calcular rapidamente a margem e fazer uma comparação com outras empresas do mesmo setor, nacional e internacionalmente. Assim, dá para entender se uma empresa está sendo lucrativa ou ainda precisa melhorar a eficiência operacional. 

Apesar disso, excluir gastos como juros, impostos e depreciação pode gerar algumas distorções na análise. Ou seja, algumas empresas podem usar esse número isoladamente para aumentar a percepção de um bom desempenho. 

Limitações da margem EBITDA

Você já entendeu como a margem EBITDA é importante para a empresa, mas analisar apenas esse número pode criar pontos-cegos na gestão financeira

Isso porque algumas pessoas podem usar esse dado como forma de aumentar a percepção de um ótimo desempenho de resultados, quando, na verdade, existem outros fatores envolvidos. 

Além disso, geralmente a margem EBITDA é maior que a margem líquida e as empresas com baixa lucratividade dependem da margem operacional como medida para o sucesso no mercado financeiro. 

Por isso, é importante saber o que é margem EBITDA, como calcular e qual a sua importância, mas também é necessário entender que ela não é o único indicador a ser avaliado

Já compreendeu o que é margem EBITDA e quer continuar lendo sobre o assunto? Leia nosso artigo sobre controle financeiro empresarial!

Margem EBITDA: o que é e como calcular esse importante indicador
Não sabe como usar os cartões corporativos no seu negócio?

Confira agora como os múltiplos cartões
ajudam no controle das despesas!