Como preparar seu financeiro para aporte de capital

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

O aporte de capital é uma importante estratégia de negócio. Ele é capaz de tirar ideias do papel e transformá-las em verdadeiros empreendimentos. 

O fato é que esse investimento realmente tem a capacidade de impulsionar um negócio e ser uma grande oportunidade para investidores e empreendedores. Por isso, saber mais sobre esse tipo de estratégia é fundamental para quem está pensando em expandir.

Definição do conceito: o que é aporte de capital?

O aporte de capital é um investimento que determinada empresa recebe para alavancar um negócio ou projeto. Pode ser feito por investidores individuais ou grupos, que injetam recursos financeiros em troca de participação nos futuros lucros da empresa.

Isso pode ocorrer em algumas situações, como na fase inicial do negócio, no momento em que se atinge um bom faturamento e há necessidade de ainda mais crescimento e na fase final de empresas, com altas expectativas de retorno. 

Em alguns casos, o aporte de capital também pode ser realizado por investidores denominados anjos. Nessa situação, as coisas funcionam da seguinte forma: esses investidores aplicam parte do dinheiro em outros negócios, com a ideia de aumento de patrimônio.

O que é preciso fazer para preparar o seu financeiro para aporte de capital?

Para uma empresa receber um aporte de capital, alguns fatores são avaliados pelos investidores. Assim, manter a casa em ordem, principalmente o departamento financeiro, é fundamental. 

Análises como as chances de sucesso, a força do plano de negócios e o potencial de crescimento certamente vão surgir no meio do caminho e determinar o destino desses possíveis investimentos, por isso, tudo deve estar organizado no financeiro.

Isso ajuda a mostrar de maneira clara para o futuro investidor a situação da empresa, o potencial e os riscos envolvidos no negócio.

Para facilitar a vida de quem está vivenciando essa experiência ou simplesmente quer saber como se preparar para um aporte de capital, a Conta Simples foi em busca de especialistas no mercado e conversou com o professor Joelson Sampaio, professor de Finanças da FGV – EESP, que listou alguns pontos essenciais nessa preparação. 

A divisão das dicas foi feita com base no porte da empresa.

Para pequenas e médias empresas, é preciso ter:

  • Controle financeiro e a contabilidade em dia

É muito importante ter todo o fluxo da empresa contabilizado. O registro das movimentações financeiras traz mais tranquilidade e visibilidade para a tomada de decisão, e os investidores podem saber exatamente o que entra e o que sai do caixa da empresa.

Lembre-se de que a Conta Simples ajuda muito nesse aspecto, porque ela funciona como  um software de gestão de despesas, pagamentos de contas, cartões corporativos e aprovações. Tudo é registrado de forma organizada, deixando o trabalho das equipes do financeiro mais rápido e fácil. Não deixe de agendar uma demonstração para conhecer melhor a ferramenta. 

  • Uma finalidade específica para o capital

Quem deseja preparar o financeiro para um aporte de capital também deve ter em mente o planejamento de como esse dinheiro será utilizado: esse aporte vai ser empregado para capital de giro, para investimento, ou em compras de máquinas e equipamentos, por exemplo?

  • Um controle do uso do capital

Depois de ter a contabilidade em dia e a finalidade definida para o aporte de capital, é preciso controlar o uso desse dinheiro. Por isso, acompanhar essa gestão de recursos é fundamental. Assim, algumas perguntas podem surgir, como: esse capital tem seguido a sua finalidade dentro do prazo ou está atrasado? Como a empresa tem utilizado esse capital?

  • Uma análise do aporte de capital

Aqui, a ideia é identificar qual foi o resultado alcançado com o uso do capital. Se o dinheiro foi usado para capital de giro, ele melhorou a gestão da empresa? Se foi para investimento, ele trouxe algum retorno? A recomendação é fazer uma análise do aporte de capital da empresa.

  • Um planejamento estratégico que justifique esses aportes

Para finalizar, é preciso que se tenha também um planejamento estratégico que justifique esses aportes, envolvendo a parte mais estratégica mesmo da empresa como um todo. Por isso, a orientação é pensar e planejar de uma forma mais macro, certo?

Para empresas de grande porte, é preciso ter:

  • Governança corporativa bem estruturada

Ter uma governança corporativa bem estruturada é fundamental na preparação para receber aporte de capital em grandes empresas. Com uma definição clara de gestão para cada uma das partes e a adoção de práticas transparentes, responsáveis e equânimes na administração das organizações, existe um clima de maior confiança.

  • Um plano de investimentos bem definido

Outro ponto de destaque é a definição de como os recursos do aporte de capital serão aplicados e quais serão os pontos que serão atacados. Para isso, é importante ter bem definido um plano de investimentos.

Leia também: 6 Estratégias de Investimentos em Ações

  • Transparência nos dados 

As demonstrações financeiras e dos fluxos de caixa da empresa também devem estar disponíveis para todos os investidores. Isso reforça a questão da confiança e da transparência nas negociações de grandes empresas.

Resumindo

Deu para perceber que a preparação do departamento financeiro para receber aporte de capital envolve, principalmente, organização e planejamento, certo?

Por isso, estar com tudo documentado e organizado mostra que a empresa está preparada para crescer e ir além desse momento do aporte. 

Não se esqueça de que a Conta Simples pode ajudar muito os times financeiros com esse controle de processos de gastos e a deixar tudo em ordem. Se você ainda não conhece a plataforma, precisa testar essa nova experiência financeira.

Abra sua conta

Inscreva-se em Nossa Newsletter

Receba novos conteúdos toda semana. Fique tranquilo, não vamos lotar sua caixa de entrada!

Postagens Relacionadas

Inscreva-se em Nossa Newsletter

Empreender é como um jogo de videogame. A cada fase que passa, os desafios e obstáculos ficam mais difíceis. Com o tempo.