Conheça 4 grupos de investidores anjos no Brasil

grupos de investidores anjos no Brasil

Se você está pensando em conseguir recursos para alavancar sua startup, é sempre importante contar com grupos de investidores anjos estratégicos para te ajudarem a dar esse passo importante nos negócios. 

Afinal, ter os recursos financeiros desses parceiros é muito importante. Entretanto, escolher um grupo de pessoas que tenha interesse em auxiliar o projeto com dicas de funcionamento e alavancagem de negócios, pode ser muito mais rentável no longo prazo. 

E apesar de existirem diferentes maneiras de atrair investidores anjos para a sua startup, é muito importante que você conheça quem são as referências deste mercado cada vez mais competitivo. 

Por isso, hoje elaboramos uma lista com 4 grupos de investidores anjos no Brasil.

Os grupos de investidores anjos no Brasil 

Para que você conheça um pouco melhor sobre quem são os principais grupos de investidores anjos do País e o que esperar de cada um deles, é sempre importante conhecer sobre sua história e o que os motivam a investir em uma nova startup.

Desta maneira, confira a partir de agora a lista que separamos para você com todas as informações pertinentes sobre o assunto. 

Leia também: Quem são os melhores investidores anjos do Brasil?

Poli Angels

Criado em 2018 por um grupo de ex-alunos da Escola Politécnica da USP, o Poli Angels nasceu com o objetivo de ajudar pequenos empreendedores com um modelo de startup em mãos a darem seus primeiros passos no universo corporativo.

Este grupo costuma ser focado em startups early stage. Ou seja, empresas que ainda estão dando seus primeiros passos em busca de escalabilidade de negócios.  

Conhecida por seu modelo de negócios estruturado e intuitivo, os membros do Polo Angel costumam apoiar as startups escolhidas muito além da quantia monetária para alavancar a empresa.

Mas sim, oferecer conhecimentos e dicas para gerir um negócio próspero de maneira inteligente no longo prazo. 

Aqui, o objetivo principal é o de fomentar o empreendedorismo de jovens engenheiros através de mentorias exclusivas e o apoio financeiro estratégico.

Para entrar em contato com o grupo de investidores anjos da Poli Angels, você poderá acessar o site oficial de contato do time. 

FEA Angels

Já a FEA Angels é outro grupo de investidores anjos formados pela Universidade de São Paulo (USP) bastante conhecido no mercado de startups.

Os membros fundadores se formaram em economia e administração da universidade e trabalham com a filosofia de transformação do empreendedorismo através do networking, do conhecimento e do investimento anjo. 

Na verdade, a empresa funciona como uma verdadeira ponte entre os investidores de capital financeiro e os empreendedores, através do método de associação.

Os membros que fazem parte do grupo de investidores anjos possuem acesso a diversos eventos de pitch, insights econômicos e oportunidades de negócios com pequenas startups nascendo no mercado. 

Na página oficial do grupo, é possível conhecer na íntegra todo o processo de associação de novos investidores anjos, além dos benefícios como palestras exclusivas, pitchs e cursos para os membros da FEA Angels.

Enquanto isso, as startups que desejarem se cadastrar no banco de talentos da empresa, poderão se cadastrar nos diferentes níveis atendidos pelo grupo, como:

  • Não terem nenhum tipo de faturamento (iniciando um negócio, literalmente, do zero);
  • Faturamento menor que R$ 500 mil ao ano;
  • Faturamento acima de R$ 500 mil.

Aqui, para cada perfil de startup, o empreendedor será direcionado a um possível investidor anjo para que as negociações se iniciem com intermediação da FEA Angels. 

GV Angels

O grupo de investidores anjos GV Angel, nasceu de um propósito idealizado por ex-alunos da FGV-EASESP, que busca fortalecer o setor de inovação e aumentar ainda mais a atuação do empreendedor no Brasil. O grupo já aportou mais de R$ 7 milhões em 18 startups early stage.

Eles têm como missão construir uma verdadeira rede de startups no Brasil e na América Latina, onde a possibilidade de ajudar fundadores visionários, principalmente no ramo da tecnologia, se torna cada vez mais frequente. 

Atualmente a rede conta com mais de 190 investidores anjos em seu negócio com o objetivo de investirem em startups tanto no quesito monetário como insights de empreendedorismo e gestão, onde em muitos casos, se tornam tão valiosos como a quantia em dinheiro.

Inclusive, o processo de investimento da empresa costuma ser bem simples e intuitivo. Para se cadastrar na rede ou ter acesso ao banco de talentos de startups do grupo de investidores anjo, basta acessar esse link

Insper Angels

Por último, mas não menos importantes, o grupo de investidores anjos formados pela Insper Angels é atualmente gerido por um grupo de ex alunos da instituição de mesmo nome.

Atualmente, a rede formada pelo grupo de investidores anjos conta com aproximadamente 250 pessoas dispostas a contribuírem financiamento com pequenos negócios que tenham potencial na ideia e na sua visão de negócio. 

Além do valor monetário, esses investidores anjos ajudam com a expertise de mercado, além de mentorias estratégicas e direcionadas para o mercado de atuação do negócio participante do projeto. 

Sendo assim, é possível fazer o cadastro de investidores anjos e startups no site oficial do grupo. A partir dali, as pessoas responsáveis iniciarão uma curadoria para encontrar o melhor match para a empresa e para o investimento em questão. 

Números

Com uma política transparente e bastante acessível os números da Insper Angel impressionam. No mercado desde 2018, eles já conseguiram acumular alguns índices interessantes, como:

  • R$ 978 milhões investidos apenas em 21018;
  • Base de 7,8k de investidores anjos no Brasil;
  • R$ 5,84 gerados para a economia a cada real investido.

Vale a pena contar com os grupos de investidores anjos?

Antes que você tome uma decisão por esse tipo de processo para alavancar sua startup, é importante ter em mente que a função de um grupo de investidores anjos é agir, basicamente, como um intermediador entre você e a pessoa que injetará o capital no seu negócio na prática. 

Por isso, além de conhecer o grupo ao qual vai se cadastrar, é fundamental estudar um pouco mais sobre o portfólio de investidores de cada um deles para saber se é interessante para o seu nicho de mercado. 

Gostou do conteúdo? Então, não deixe de nos dar sua opinião nos comentários abaixo. 

BANNER

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *