Comparação das taxas das contas PJ de: Itaú, Bradesco, Santander, Caixa e Conta Simples.

Se você é empreendedor e pensa em abrir uma conta bancária, existem algumas opções oferecidas pelos bancos. As contas jurídicas, destinadas a atender empresários, comerciantes e outros profissionais desse mercado, agregam várias vantagens. Segundo especialistas, abrir uma conta bancária Pessoa Jurídica é o melhor caminho para formalizar o empreendimento.

Para que você seja capaz de escolher a melhor conta do mercado, fizemos aqui uma comparação das taxas das contas PJ dos bancos. Dessa forma você terá uma visão mais ampla sobre os valores praticados pelas instituições, para saber qual solução de conta jurídica que vale mais a pena. 

As comparações foram realizadas seguindo dados públicos divulgados pelas próprias instituições bancárias, tudo para que você consiga identificar, de fato, a melhor conta para o seu negócio. Antes de fazermos a comparação, é importante que você saiba o que são as taxas bancárias e como o valor pode influenciar no orçamento do seu empreendimento.

O que são as taxas de contas PJ

As instituições financeiras são empresas de alto poder econômico, que buscam sempre o lucro em suas atividades no mercado. Por serem tradicionais, podem se dar ao luxo de praticar valores elevados, pois já possuem prestígio social e um grande número de clientes fidelizados.

As taxas de manutenção das contas bancárias constituem um valor fixo mensal, cobrado pelo banco. Ele não é calculado sobre o valor existente na conta, o que é um alívio. Mas, por se tratar de uma cobrança fixa, o valor ao final do ano pode ser alto. Contas correntes com valores exorbitantes de taxa de manutenção não são indicadas.

Existem bancos sem taxa de manutenção?

Existem algumas instituições financeiras que disponibilizam contas correntes gratuitas para os seus clientes, mas esse benefício não atende às pessoas jurídicas. Isso significa que, apesar de existentes, as contas sem taxa de manutenção são dedicadas apenas às pessoas físicas.

Outras instituições, como é o caso da Conta Simples, uma fintech, possui uma solução de  conta corrente dedicada a atender apenas pessoas jurídicas de médio e pequeno porte, com zero custo de manutenção. Por não se tratar de um banco, contas como essa são capazes de oferecer praticidade e comodidade, aliado ao benefício de não possuir taxas. 

Preparamos esse artigo para que você tenha maior clareza na comparação de cada solução oferecida. 

Banco do Brasil

O Banco do Brasil é uma das instituições bancárias mais tradicionais no cenário brasileiro. Por isso, é bastante procurada por empresários que desejam abrir uma conta jurídica. O pacote disponibilizado por esse banco é destinado ao empreendedor individual, com taxa de manutenção estimada em R$18,00 mensais.

O valor, aparentemente baixo, dá direito a quatro saques, quatorze transferências entre contas e vinte pagamentos mensais. Se você precisa fazer transferência para outros bancos, através de TED ou DOC, não vai conseguir, pois essa opção não está disponível no pacote.

Itaú

Uma das soluções mais conhecidas, porém não muito adequada, oferece serviços personalizados e por vezes mais complexos do que as demais contas, e por isso é uma das que mais cobram em termos de taxa de manutenção de conta PJ. O pacote mais indicado desse banco é a Conta Certa, cuja taxa chega a ser superior aos R$70,00. A cobrança é mensal.

Existem algumas vantagens, quando comparada com a conta corrente empresarial do Banco do Brasil. Aqui, são trinta saques mensais, pagamentos ilimitados de contas e transferências ilimitadas entre contas de mesma origem. Se no BB o cliente não pode fazer transferência para outros bancos, na Conta Certa é possível fazer uma. Já ajuda.

Bradesco

A conta empresarial do Bradesco tem valor intermediário, assim como a conta Santander. São R$45,00 pagos mensalmente. Os serviços, no entanto, não são muito adequados ao pequeno e médio empresário. Os clientes podem fazer apenas quatro saques mensais. São quinze transferências entre contas de mesma origem e dez pagamentos de contas, metade do que é possível fazer no Banco do Brasil.

A conta corrente PJ disponibilizada pelo Bradesco não é uma boa opção para quem deseja economizar. 

Santander

A conta básica Santander é uma boa opção para quem está entre economia e bons serviços. Ela não é tão barata quanto a concorrente BB, mas nem tão cara quanto a conta Itaú. A taxa de manutenção é de R$42,00 mensais. Por esse valor o cliente pode fazer vinte saques mensais, apenas dez a menos do que é possível fazer no Itaú.

Além disso, são dezoito transferências entre contas de mesma origem e vinte pagamentos de contas, o que faz do Santander uma opção tentadora. Infelizmente, assim como na maioria das contas correntes disponibilizadas pelos bancos, transferências para outras contas não estão disponíveis.

Caixa

A conta executiva da Caixa foi criada para atender empresários. O custo é relativamente alto, quando comparado ao valor praticado pelos concorrentes, ficando em R$35,00. Oferece serviços de saques, transferências entre contas de mesma origem e pagamento de contas ilimitados.

A única diferença dessa conta para o Itaú é que não existe a opção de transferência para outros bancos, se essa não for uma das suas necessidades, é uma opção a ser considerada. 

Conta Simples

Diferente dos bancos tradicionais, a Conta Simples é uma solução que nasceu para atender exclusivamente o micro, pequeno e médio empresário, ou seja, apenas o público de PJs. A Conta Simples não cobra taxa de manutenção. Para realizar TED para outras contas é R$ 2,99; e a utilização do boleto só é cobrada quando ele é pago, no valor de R$ 2,89, saque por apenas R$ 4,99; Além disso, todo o saldo da conta PJ da Conta Simples, rende automaticamente em 100% do CDI.

Dentre todas as opções de conta jurídicas a Conta Simples é a melhor em custo benefício, e além das tarifas, os clientes têm a vantagem de serem atendidos por um canal no whatsapp, facilitando a comunicação e relacionamento. Para abrir uma Conta Simples, basta pedir um convite.

Agora que você já sabe os valores cobrados por cada um dos bancos, está na hora de escolher o melhor para o seu negócio.