Cartão corporativo: porque você deve ter um

Entenda, neste artigo, como funciona o recurso do cartão corporativo e qual a melhor forma de administrá-lo.
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no pinterest
banner do material Fever Play

As empresas têm várias demandas de administração financeira, desde o planejamento orçamentário até o controle do cartão corporativo. Por isso, é importante pensar em facilitadores para manter a rotina cada vez menos burocrática

Números errados, falta de atenção ou falhas não identificadas podem gerar prejuízos, por isso o gestor financeiro precisa entender bem como funciona o recurso do cartão corporativo e qual a melhor forma de administrá-lo. 

A fim de evitar gargalos no uso do cartão corporativo e evitar erros na gestão financeira, é importante saber o que é esse recurso, como utilizá-lo e qual parceira escolher para a gestão. Continue a leitura e saiba mais!

O que é cartão corporativo?

O cartão corporativo é um recurso que facilita a rotina e a gestão financeira de um negócio, mas que não deve ser utilizado indiscriminadamente. Os gastos desse cartão devem estar relacionados ao exercício da profissão, como pagamento de ferramentas ou despesas de viagem a negócios. 

Tipos de cartão corporativo

Em resumo, existem três tipos de cartões corporativos que podem ser utilizados por dois públicos, o interno e o externo. O modelo de cartão pré e pós-pago são para os colaboradores, enquanto o de fornecedor fica disponível para o público externo. Conheça mais sobre eles a seguir!

Cartão pré-pago corporativo

Funciona com a recarga de valores, como um adiantamento de despesas. Assim, em vez de disponibilizar algum valor na conta pessoal do colaborador, a quantia fica disponível em uma plataforma controlada pela empresa. 

Então, ele funciona como um cartão de crédito, mas atuando como um de débito, já que é necessário ter saldo para a efetivação do pagamento. Sempre que for necessário, a empresa pode fazer uma recarga. Por isso, esse cartão corporativo sempre respeitará o limite selecionado

Entre as vantagens do cartão pré-pago corporativo, a principal é o maior controle financeiro proporcionado. Isso porque é possível visualizar com facilidade os gastos de cada cartão, o saldo restante, a construção de histórico e o relatório de uso. 

Cartão pós-pago corporativo 

O cartão pós-pago, ou cartão de crédito corporativo, diferente do pré-pago, não oferece um controle de gastos tão preciso, então, é necessária uma ótima política de uso do cartão. Assim como o de pessoa física, o corporativo ou empresarial vai gerar uma fatura. Então, os gastos realizados em um mês serão pagos apenas no seguinte. Além disso, há a possibilidade do parcelamento. 

No entanto, para o bom funcionamento é necessária uma prestação de contas cuidadosa, caso contrário o processo fica suscetível a irregularidades. A maior vantagem desse modelo é a liberdade proporcionada aos colaboradores e, se acompanhada de uma política bem construída, mais tranquilidade para o financeiro. 

Crédito para fornecedores

Geralmente oferecido para clientes, é uma maneira de receber pagamentos de forma direta ou até mesmo por meio de parcelamento. Assim, é possível oferecer taxas e condições mais vantajosas, além de fidelizar o consumidor. 

É possível contrair empréstimo com cartão corporativo?

Algumas instituições financeiras oferecem a possibilidade de obtenção de empréstimo via cartão corporativo. Porém, se a linha de crédito desejada é para abrir um negócio, não será possível usar essa conta, já que é necessário um CNPJ para a abertura da conta comercial. 

Qual a diferença entre o cartão pessoa física e o corporativo?

A principal diferença entre esses cartões é que o cartão de pessoa física é usado para despesas pessoais, já o cartão corporativo não deve, de forma alguma, ser utilizado para esse fim

Associar as finanças corporativas é um grande erro que não deve ser cometido no seu negócio. 

É lícito pagar despesas pessoais com cartão corporativo?

Despesas pessoais não devem ser pagas com cartão corporativo, seja ele pré-pago ou pós-pago. A finalidade de um cartão empresarial é justamente separar as finanças pessoais das do negócio. 

Essa regra vale mesmo que a sua empresa não tenha funcionários. É importante fazer a divisão de contas para ter maior controle sobre as finanças do negócio, entender os gastos e lucros que está gerando. 

Quantos cartões corporativos a minha empresa pode ter?

Não existe um limite específico para quantos cartões corporativos sua empresa pode ter. A definição dependerá do contrato com a instituição financeira. Na Conta Simples, indicamos que os cartões sejam emitidos por centros de custo, por exemplo. 

Quem deve ter acesso ao cartão corporativo da empresa?

Geralmente o cartão corporativo é direcionado para gestores, cargos executivos  e lideranças. Porém, essa definição dependerá do modelo do seu negócio e do objetivo que esse recurso terá. 

Em resumo, você decide quem vai usar esse recurso e as regras de utilização. Na Conta Simples, por exemplo, você pode personalizar as permissões de cada usuário direto na plataforma.

Gostou do artigo e quer continuar aprendendo sobre o tema? Acesse o nosso Guia Completo do Cartão Corporativo e entenda de uma vez por todas como usar esse importante recurso no seu negócio!

cartão da conta simples
Não sabe como usar os cartões corporativos no seu negócio?

Confira agora como os múltiplos cartões
ajudam no controle das despesas!