O capital de giro é um dos investimentos mais importantes numa empresa, apesar dele ser subestimado uma grande parte das vezes. Quando se estima os investimentos a serem feitos, muitos empreendedores contabilizam uma série de coisas, como materiais de escritório, máquinas, matéria-prima, infraestrutura, mas se esquecem de incluir o capital de giro.

Quando isso acontece, o negócio pode estar em sério risco. É com o capital de giro que se pagarão as contas, comprar novos insumos, salários. E quando não se tem em conta isso, é muito comum assistirmos a empresas se endividarem, chegando mesmo a fechar portas antes do período de maturação.

O que é o capital de giro?

O capital de giro, também designado de ativo circulante, é o total de recursos que uma empresa dispõe para que consiga desempenhar as suas atividades no dia a dia.

Aqui incluímos os bens da empresa, os quais podem ser convertidos em capital no curto prazo, como contas a receber, dinheiro em caixa, saldo da conta corrente, aplicações financeiras e mercadorias.

Ele é calculado fazendo a diferença entre o dinheiro disponível e aquele que será usado para pagar as despesas.

Obviamente que esse tipo de capital depende de vários fatores, como o setor de atuação, tamanho da empresa, sazonalidade, entre outros aspectos que influenciem a necessidade de mais, ou menos, dinheiro.

Por que é importante monitorar o capital de giro?

As grandes empresas têm sempre alguém especializado que desempenha o monitoramento do capital de giro em exclusividade. Esse profissional é responsável pelo gerenciamento das contas para pagar, receber, administração de défices de caixa e financiamento de estoques.

É imprescindível o acompanhamento do fluxo de caixa para tomar decisões no momento certo no que toca a compras e acompanhamento de prazos para venda.

Quando o monitoramento do capital de giro não é feito apropriadamente, poderá levar a quedas de vendas na empresa, um aumento do número de clientes inadimplentes, aumento de despesas no setor das operações e financeiras.

Quando uma empresa faz um bom controle das suas finanças, e quando sabe qual o valor exato do capital de giro, é possível pagar sempre as contas de curto prazo e ainda manter o caixa positivo; conhecer os prazos a assumir; manter o equilíbrio das contas do ativo e passivo; criar riqueza no longo prazo e suprir as necessidades das atividades operacionais. 

Importância do capital de giro para pequenas e médias empresas

Quando falamos de pequenas e médias empresas, o capital de giro é ainda mais importante. Como têm um menor porte, essas empresas têm maior flexibilidade, mas isso exige mais da administração financeira.

Por não terem os mesmos lucros que as grandes empresas, estas têm uma necessidade ainda maior de uma boa gestão do capital de giro, principalmente em momentos de crise.

Quando uma pequena empresa não tem um capital de giro razoável, qualquer imprevisto pode colocá-la em maus lençóis. Aqui entra uma despesa extra, ou um maior número de clientes inadimplentes.

Não tendo um bom monitoramento do capital de giro, qualquer imprevisto pode significar uma quebra no caixa da empresa, e quando não resolvido, pode levar à falência do negócio.

Avaliar o capital de giro para obter melhores resultados

Para obter os máximos resultados, é preciso fazer uma boa avaliação do capital de giro. Para isso precisa analisar individualmente as etapas do processo que geram despesa e lucro.

Depois de todas as etapas analisadas, é necessário definir metas e objetivos da empresa, assim como definir o capital necessário para que sejam cumpridas essas metas para cada um dos processos.

Fazendo uma boa planilha, e avaliando os fechamentos da empresa todos os meses, é muito mais fácil para o empreendedor prever problemas, e assim conseguir manter um capital saudável.

Para conseguir ter o capital de giro líquido positivo é necessário que o ativo circulante seja maior do que o passivo circulante.

Assim, para obter um maior capital de giro, as empresas devem:

  • Encurtar o ciclo econômico – Será necessário menos captação externa de capital de giro quanto menor for a duração do ciclo econômico. Isso porque está produzindo e vendendo num período de tempo mais curto.
  • Formar Reserva Financeira – Ter uma reserva financeira é fundamental para a empresa para que ela tenha algum dinheiro a ser usado em momentos mais difíceis.
  • Controlar a inadimplência – Fazer uma análise de potenciais clientes inadimplentes é fundamental para assegurar o recebimento.
  • Negociar dívidas e antecipar recebimentos – Aqui entram os clientes e os fornecedores. Tente prolongar duplicatas a pagar e negocie o adiantamento de duplicatas a receber.
  • Reduzir os gastos – Existe uma grande urgência de as empresas avaliarem as suas necessidades antes de contrair qualquer despesa.
  • Procurar financiamento bancário – Muitas empresas recorrem aos bancos, até porque é mais fácil o acesso ao dinheiro dessa forma. Existem diversas linhas de financiamento de capital de giro, e estas têm tido políticas bem agressivas de venda dos seus produtos. Com o aumento dos créditos concedidos, a taxa de juros tem baixado, o que é uma vantagem para as pequenas e médias empresas.

Quando uma empresa consegue fazer uma boa avaliação do capital de giro, e quando coloca a sua prioridade na análise e gestão desse item, aumenta a probabilidade de sobreviver no mundo de mercado, além de aumentar as chances de crescer e prosperar num mundo cada vez mais competitivo.

Não podemos olhar só para o dinheiro que está no caixa para podermos fazer uma análise do nosso negócio. Ter em conta os recebimentos e os pagamentos que a empresa terá no curto prazo é fundamental para que consiga manter as suas portas abertas.

Saber quanto deve ter como capital de giro é importante para garantir que esse valor nunca fique abaixo do permitido, ou do razoável, de forma a garantir que nenhum imprevisto coloque em causa a saúde financeira do seu negócio.

Agora que sabe a importância do capital de giro, veja o nosso artigo com superdicas para monitorar o capital de giro. Pode ajudá-lo muito a manter o seu negócio rentável e durável. Dê uma olhada lá também!

Deixe uma resposta