Os bancos digitais sem tarifas estão mudando a forma como as pessoas fazem transações financeiras. O conceito é relativamente recente, tendo surgido pouco depois da revolução do acesso à internet. Com as novas possibilidades de acesso, inclusive através de dispositivos móveis, os serviços bancários tradicionais foram repensados.

O fenômeno, que teve início graças a uma série de empresas inovadoras, chamadas startups financeiras (fintechs), recentemente foi agregado pelos próprios bancos. Temendo perder espaço para esses novos players, as instituições financeiras tradicionais começaram a lançar contas digitais, para tentar manter o controle.

Mas o que é um banco digital e quais são eles? Como eles funcionam e quais serviços oferecem? Por se tratar de algo completamente novo no mundo, é normal que seja grande a dúvida envolvendo esse modelo de negócio. Separamos aqui algumas informações úteis para você que quer saber mais sobre os bancos digitais sem tarifas.

O que são os bancos digitais sem tarifas

Todo mundo que possui uma conta bancária em alguma instituição tradicional, como Banco do Brasil, Itaú, Santander e Bradesco sabe que as taxas cobradas são bem altas. Trata-se da chamada taxa de manutenção, um valor geralmente mensal, incidente de forma fixa sobre a utilização da conta. Todos os bancos tradicionais praticam esses valores.

Claro, existem algumas exceções. Para trabalhadores assalariados, existe a conta corrente gratuita, sem taxa de manutenção. Estudantes também conseguem abrir contas sem taxas na maioria dos bancos, mas só durante o tempo em que estiverem matriculadas na instituição de ensino. Depois disso, a taxa passa a ser cobrada.

Para entender como funcionam os bancos digitais sem tarifa é muito simples. Para começar, como o próprio nome indica, esses bancos não cobram taxas de seus usuários, pelo menos não a título de manutenção. Todos os serviços básicos de um banco tradicional são oferecidos de graça pelos bancos digitais.

Como isso é possível? Essas empresas arrumam formas diferentes de ganhar dinheiro, como a cobrança de juros dos inadimplentes (aqueles que não pagam suas contas dentro do prazo). O certo é que os bancos digitais sem tarifas arrumam um jeito de lucrar, geralmente repassando preços para terceiros envolvidos.

Como funcionam os bancos digitais sem tarifas

Talvez você esteja se perguntando como funcionam os bancos digitais sem tarifa. Eles são operados de forma completamente virtual. Isso mesmo, são bancos verdadeiramente digitais, não apenas no nome, mas também na prática. Eles unem conceitos e ideias trazidas ao mundo pelas fintechs, como o uso de tecnologia nos processos e serviços.

Pense no celular como uma agência bancária que pode ser levada para qualquer lugar do mundo, dentro do bolso. Essa é a ideia trazida pelos bancos digitais sem tarifas. Fazer transferências, pagar boletos e muito mais, tudo pela internet, sem ter que comparecer a uma agência bancária física.

Quais são os bancos digitais sem tarifas

Agora vamos falar das principais opções de bancos digitais sem tarifas do mercado. A maioria dos players existentes eram, inicialmente, apenas bancos tradicionais, que agora também oferecem contas correntes e cartões de crédito digitais. Outros, como o Nubank, surgiram na internet e ganharam o mundo.

Banco Inter – Para consumidores

O Banco Inter é um dos que oferece mais vantagens para pessoas físicas. A conta se utiliza do Internet Banking para a maioria dos serviços, o que significa que tudo é realizado pela internet. A conta sem tarifas não está disponível para empresas, o que pode ser considerado um ponto negativo.

A grande vantagem da conta digital oferecida por esse banco é a possibilidade de usar um cartão de crédito pré-pago sem taxa de manutenção. Basta que o cliente deposite de forma prévia o valor no cartão, por meio de boleto bancário, para usar todas as comodidades de um cartão de crédito. Infelizmente, o serviço também só atende pessoas físicas.

Itaú iConta – Para consumidores

O Banco Itaú, um dos maiores operando no Brasil, lanço o que se tornaria uma das contas digitais sem tarifas mais popular. Chamado de iConta, ele oferece transações gratuitas para pessoas físicas, com a possibilidade de gerenciar todos os serviços pelo aplicativo do banco, diretamente pelo celular.

O cartão de crédito e débito também é uma vantagem dessa conta. No entanto, ao ativar a função crédito, o consumidor passa a pagar uma taxa de manutenção. Trata-se da famosa anuidade, presente na maioria dos serviços de cartão de crédito tradicionais.

Conta Simples – Para PJs

Diferente das contas digitais anteriores, a Conta Simples foi criada para atender as necessidades dos empreendedores, ou seja, pessoas jurídicas. Trata-se de uma conta digital sem tarifas que permite transferências bancárias entre contas Simples de graça.

Pagamentos de boletos e outras contas também podem ser feitos. Outra vantagem que faz da Conta Simples uma das melhores opções para quem deseja uma conta digital é o seu cartão de crédito pré-pago. Os clientes podem usufruir de todas as vantagens de um cartão de crédito sem taxa de manutenção.

Vale lembrar que, mesmo nessa lista, a Conta Simples não é, por enquanto, um banco digital, e, sim, uma instituição de pagamento.

Nubank – Para consumidores

Essa fintech já reconhecida no mercado de cartão de crédito está lançando agora uma conta digital para pessoa física completamente gratuita. Atualmente o cartão de crédito gratuito do Nubank é um dos mais recomendados para pessoa física.

Banco digital sem tarifas: vale a pena?

Uma grande dúvida das pessoas é sobre o custo-benefício de abrir uma conta digital. Por não cobrarem tarifas, nem taxas de manutenção, essas contas são sem dúvida mais vantajosas do que as contas correntes tradicionais. No entanto, o consumidor deve ficar atento na hora de escolher a sua.

Opções como a oferecida pelo Banco Itaú podem parecer vantajosas, mas dificilmente vão agradar clientes que precisam se cartão de crédito. Com a entrada do Nubank nesse mercado, essa empresa tende a conquistar quase a totalidade dos clientes ativos, pois já oferece cartão de crédito gratuito.

Já no caso dos empresários, as contas digitais para pessoa física não resolvem. Por sorte, a startup Conta Simples oferece soluções de alto nível para empreendedores. Vale a pena investir nas contas digitais sem tarifas, pois elas representam a revolução do mercado financeiro.

Um comentário em “Banco digital sem tarifas: quais são e como funcionam?

Deixe uma resposta