5 fatores que influenciam na definição do Valuation

definição do Valuation

Fazer com que um negócio cresça de maneira exponencial é o sonho de qualquer empreendedor, porém, para que isso aconteça de maneira correta, encontrar uma forma eficaz de trabalhar o valuation de uma startup pode fazer toda a diferença.

Afinal, além de mostrar o forte potencial do seu projeto, a possibilidade de atrair pessoas certas para o seu projeto, como investidores anjos, definitivamente podem fazer a diferença entre o momento atual e o próximo passo para seu negócio alavancar.

Pensando nisso, nós elaboramos este conteúdo para apresentar alguns fatores que certamente influenciam na definição do valuation de uma startup em qualquer ponto de negociação.

O que é o valuation de uma startup?

Basicamente, o valuation é um termo em inglês utilizado por investidores quando estão fazendo uma “avaliação da empresa”, que consiste em entender o negócio e como eles poderão ajudar o projeto a se desenvolver de maneira correta.

Neste momento, são avaliados todos os pontos (positivos e negativos) do seu negócio, para entender de fato qual o valuation de uma startup do segmento e como o propósito criado por você pode ter as vendas alavancadas e a vida dos consumidores, impactadas. 

A importância de trabalhar o valuation de uma startup

Por isso, se você ainda não tem os propósitos bem definidos e nem os pontos de análise estratégicas metrificados, é fundamental que você os tenha em fácil acesso.

Desta maneira, além de conseguir encontrar investidores estratégicos para a sua startup, você poderá passar uma imagem de valor, profissionalismo e de quem realmente sabe o que quer para fazer a empresa crescer.

O que define o valuation de uma startup?

Antes de mais nada, a definição do valuation de uma empresa é pautado em diferentes pontos e estratégias avaliadas por empreendedores e investidores anjos antes de começarem a fazer parceria com um negócio.

Desta maneira, o fluxo de caixa é apenas um dos pontos de análise específica para que, de fato, a negociação consiga avançar. 

Pensando nisso, procuramos entender o que faz esse mercado ser tão valioso e quais são os principais fatores que realmente influenciam na definição do valuation de uma startup.

1 – Competição do mercado para investir na empresa

Ao decidir captar investimentos para fazer com que a sua startup cresça, é muito importante ter uma ideia de como está a competição do mercado e quem são as pessoas interessadas em fazer parte do projeto. 

Assim como em todo mercado, a oferta da procura e demanda realmente pode fazer a diferença na valorização ou depreciação da negociação, e por isso, é muito importante você se manter atento para esses pontos específicos.

Em outras palavras, quanto mais investidores você tiver em busca de participação no projeto, maior poderá ser o valor do investimento aplicado.

Desta forma, você acaba tendo um valuation ainda mais poderoso, fazendo com que a alocação de todos os investidores faça mais sentido do que trabalhar com apenas um de maneira isolada.

Porém não faça leilão do seu negócio. Neste momento, o que geralmente pode ocorrer é você receber um determinado term-sheet do investidor. Neste caso, converse com o responsável pelo projeto mais atrativo para que a proposta seja formalizada.

2 – Capacidade de liderança

Para conseguir ter bons resultados neste mercado, é necessário que a capacidade de liderança do responsável pelo negócio em questão seja impecável.

Afinal, além de ajudar na definição do valuation de uma startup, você consegue demonstrar diversas qualidades implícitas, como:

  • Gestão;
  • Responsabilidade;
  • Possibilidade de crescimento do time em pouco tempo;
  • Comprometimento com o projeto;
  • Engajamento com o empreendimento. 

Esses fatores além de serem vistos com bons olhos, levam em consideração o histórico de trabalho do time, a experiência do empreendedor com o negócio ou diante de situações de lideranças passadas e o engajamento com o setor.

Tudo isso, pode ser determinantes para fazer com que as negociações cresçam de maneira estratégica.

3 – Atividade do mercado

Outro fator crucial na negociação e na definição do valuation de uma startup é o tipo do mercado em que sua empresa atua e qual o tamanho efetivo de expansão que pode ser adquirido em pouco tempo. 

Por isso, se você está pensando em abrir uma startup com escala de crescimento em pouco tempo, é fundamental que essa análise seja realizada como uma das etapas principais.

Caso contrário, se você resolver empreender em um mercado já saturado, ou sem grandes chances de inovação, certamente você enfrentará problemas para encontrar investidores interessados em participar do seu projeto. 

4 – Entrada do investidor no negócio

Se você perceber que existe um investidor muito interessado no seu negócio, é possível que seja necessário lidar com a negociação onde a sua empresa passa a “valer menos” na visão, para que o valor acordado seja mais barato do que realmente deva ser. 

Por exemplo, se existir um fundo limite, é possível que a palavra “valor máximo do valuation de entrada” seja proferida por quem deseja injetar dinheiro no seu negócio.

Ou então, a situação inversa também pode ocorrer, quando o investidor enxergar alguma demanda interna na sua empresa ou um interesse estratégico que seja utilizado para enfraquecer a negociação. 

Neste momento, será necessário um equilíbrio entre ambas as partes para que a negociação continue avançando. Porém,, não perca de vista que essa é uma parte estratégica para conseguir definir o valuation de uma startup.

5 – Finanças e métricas

Como não poderia ser diferente, a parte financeira da sua empresa será de suma importância para conseguir definir o valor de mercado do seu negócio. 

Entretanto, como você está acompanhando ao longo deste conteúdo, ela não é a única parte que importa para a definição do valuation de uma startup.

Sendo assim, é muito importante ficar sempre de olho nos bechmarks de mercado, para que seu negócio possa se beneficiar do momento e elevar o valuation.

Enquanto isso, não se esqueça de manter as métricas e a organização do fluxo de caixa sempre em dia. Apesar disso ser uma dica óbvia, muitos empreendedores acabam ignorando essa regra de ouro do empreendedorismo.

Quer continuar aprendendo um pouco mais sobre o universo das startups e como gerir um negócio de maneira estratégica? Então, não deixe de acompanhar os conteúdos do blog da Conta Simples

conta digital pj

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *