5 dicas práticas para separar as despesas pessoais da empresa

separar as despesas pessoais da empresa

Ao começar um negócio, um dos principais erros que o empreendedor pode cometer é o de não separar as despesas pessoais da empresa. 

Esse processo, apesar de ser um pouco burocrático inicialmente, pode se tornar determinante nas metas e objetivos que podem ser alcançados no longo prazo.

Afinal, é muito comum que o controle dos gastos se misturem com a vida pessoal caso o controle não seja realizado com muita cautela e disciplina.

Por isso, separamos neste conteúdo algumas dicas práticas de como separar as despesas pessoais da empresa de maneira simples e eficiente, além de abordar a importância de todo esse processo. 

Separar as despesas pessoais da empresa – Por que é necessário?

Antes de falarmos sobre as dicas práticas, precisamos comentar sobre o conceito que existe por trás da necessidade de separar as despesas pessoais da empresa. 

Como empresário, você será o responsável por gerir o negócio e continuar conciliando sua vida pessoal com todo o processo de crescimento.

Desta maneira, principalmente no início de uma empresa, é absolutamente comum que você seja o responsável por todas as tarefas principais. 

E neste momento, se você não tiver a visão de que é necessário separar o seu negócio da vida pessoal, certamente a jornada no universo do empreendedorismo poderá se tornar difícil e turbulenta. 

Afinal, por mais que ambos os lados sejam geridos pela mesma pessoa, é essencial entender que você e sua empresa possuem destinos e conceitos próximos, mas que não podem se misturar ao longo da jornada. 

Como separar as despesas pessoais da empresa?

Por mais que pareça complicado no início, organizar as despesas pessoais da empresa é um processo fundamental que, ao longo do tempo, você perceberá que já estará fazendo isso de maneira automática. 

Sendo assim, confira a partir de agora algumas dicas que separamos para te ajudar neste processo. 

1. Tenha um pró-labore

Mesmo que essa seja uma dica básica de qualquer pessoa que inicia a caminhada no universo do empreendedorismo, precisamos falar sobre a importância do pró-labore no início de um negócio. 

Além de ser o seu salário, é fundamental que você tenha em mente que essa será a única retirada do caixa empresarial para a sua conta de pessoa física. 

Separar as despesas pessoas da empresa através de um plano bem definido, é essencial para a longevidade do trabalho.

Afinal, segundo uma reportagem da Veja, seis a cada dez empresas fecham suas portas em menos de cinco anos por conta de má gestão e confusão patrimonial.

Por isso, separar as despesas pessoais da empresa através do seu próprio salário se torna tão importante. 

2. Não misture as contas de pessoa física e jurídica

Assim como ter um pró-labore é fundamental, não fazer a mescla entre pagamentos entre pessoa física e jurídica também podem te ajudar.

Para isso, uma dica muito importante é a de deixar todas as contas pessoais longe do seu negócio.

Se você trabalhar em casa, tente montar um ambiente exclusivo para trabalho, até para conseguir garantir maior qualidade de vida.

Desta maneira, você não estará correndo riscos de se confundir na hora de separar as despesas pessoais da empresa. 

3. Utilize ferramentas de finanças

Essa também é um dica muito importante para não perder o controle do negócio e assim, separar as despesas pessoais da empresa. 

Através de uma ferramenta de finanças, além de ter uma projeção entre receitas e despesas mensais, será possível visualizar de maneira clara e objetiva quais são os gastos do seu negócio.

Caso você não tenha uma conta que esteja relacionada por ali, certamente ela será destinada à pessoa física, facilitando a sua gestão e visualização prática como empreendedor. 

Na Conta Simples você possui diversas soluções e ferramentas para ajudar no controle da sua empresa. Conheça mais.

4. Desenvolva um planejamento financeiro

Uma das melhoras maneiras de separar as despesas pessoais da empresa, está justamente em desenvolver um planejamento financeiro para cada área da sua vida.

Ou seja, é fundamental traçar metas, objetivos e um plano de ação para a sua vida pessoal, como para o negócio como um todo.

Sendo assim, leve em consideração onde você quer chegar, qual o caminho a ser percorrido e o que esse destino te aguarda.

Desta maneira, além de conseguir ter um objetivo a ser cumprido muito mais claro, você conseguirá saber quando o impacto de não separar as despesas pessoais da empresa podem influenciar negativamente em cada um dos seus projetos. 

5. Tenha uma conta física e outra jurídica

Por último, mas jamais menos importante, é imprescindível que você tenha uma conta corrente para a sua vida pessoal e outra destinada às movimentações dos negócios.

Sem isso, tudo o que falamos até o momento certamente não fará sentido e nem colocado em prática de maneira efetiva.

É fundamental realizar todas as movimentações financeiras da empresa em um domicílio bancário destinado à ela.

Além de não envolver qualquer tipo de confusão patrimonial, você conseguirá visualizar de maneira muito mais clara e objetiva quais são os valores da empresa e qual a sua quantia como pessoa física. 

As contas digitais jurídicas, por exemplo, são excelentes para isso. Na Conta Simples, por exemplo, você tem a abertura de conta totalmente gratuita e está isento de qualquer tipo de taxa de manutenção, se tornando uma excelente vantagem em relação às opções do mercado tradicional. 

Vale a pena separar as despesas pessoais da empresa?

Se você deseja ter sucesso no universo do empreendedorismo e quer fazer o negócio crescer de maneira constante e sustentável, conseguir separar as despesas pessoais da empresa se torna uma obrigação.

Desta maneira, além de não perder o controle da sua vida, será muito mais simples traçar metas e objetivos no curto, médio e longo prazo. 

Gostou do conteúdo? Então não deixe de compartilhar com seus amigos e nos contar o que achou sobre o assunto através da caixa de comentários abaixo. 

banner

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *